UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/03/2010 - 10h37

Banco Mundial prevê que China crescerá 9,5% este ano

SÃO PAULO - A economia da China deve crescer 9,5% este ano, impulsionada por um novo modelo de crescimento, caracterizado por menos investimentos conduzidos pelo governo, pela recuperação das exportações e por um sólido consumo doméstico, divulgou hoje o Banco Mundial, em um boletim. Segundo informações da agência oficial Xinhua, a projeção é superior à estimativa do banco divulgada em novembro, de crescimento de 8,7%, bem como à meta do governo, de 8%.

" Em 2010, os investimentos conduzidos pelo governo devem se desacelerar, as exportações devem manter a recuperação, em meio à melhora da economia global, e o consumo deve continuar sólido " , disse Ardo Hansson, economista-chefe do banco para a China. Ainda de acordo com o boletim do Banco Mundial, o investimento no setor imobiliário ganhou proeminência mais recentemente e o crescimento da compra de casas no país tem se sustentado, informou a Xinhua. A principal agência de estatísticas da China revelou, em 11 de março, que o investimento no setor imobiliário cresceu 31,1% nos primeiros dois meses do ano contra igual período do calendário anterior, para 314,4 bilhões de yuan. A economia chinesa cresceu 8,7% em 2009 e a trajetória de crescimento se manteve nos primeiros meses de 2010, diz o boletim, segundo o qual os estímulos aos investimentos foram o motor do crescimento da atividade no ano passado. O Banco Mundial também previu que a inflação deve crescer em 2010, mas não deve alcançar taxas altas, por conta de um excessivo volume global de estoques. A expectativa é de que o índice de preços ao consumidor aumente entre 3,5% e 4% em 2010, na comparação com a previsão anterior, de 2,8%. Já a meta do governo chinês era de uma alta de 3%. Em fevereiro, o índice aumentou 2,7%, em relação ao mesmo mês do ano passado. Em janeiro, o resultado foi de 1,5%. O país havia encerrado uma trajetória de nove meses de desaceleração em novembro, quando a inflação aumentou 0,6%. O Banco Mundial previu um crescimento de 2,7% da economia mundial em 2010, com as economias emergentes expandindo 5,2%, depois da retração de 2,2% no ano passado. (Karin Sato | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host