UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/03/2010 - 13h32

CPI das ONGs aprova convocação de tesoureiro do PT

SÃO PAULO - A oposição aproveitou um descuido da base aliada e aprovou na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado, que investiga irregularidades em transferências de recursos federais para organizações não governamentais (ONGs), a convocação do promotor de Justiça de São Paulo, José Carlos Blat e do tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto. Nenhum parlamentar da base governista participou da votação. Blat e Vaccari terão que explicar o suposto esquema de corrupção que envolvia o repasse irregular de dinheiro da Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo (Bancoop) para financiamento de campanhas eleitorais do PT. O promotor é o responsável pela investigação e o tesoureiro foi acusado de ter desviado verba para campanhas políticas do partido, quando ocupou cargo de diretoria, entre 2005 e fevereiro deste ano. Os dois devem ser ouvidos na próxima terça-feira.

A CPI também convocou o corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro, que foi investigado pela CPI dos Correios, realizada de 2005 a 2006. Na época, a comissão apurava um esquema de pagamento de propina a parlamentares da base governista para que votassem a favor de matérias do Executivo. O caso ficou conhecido como mensalão e teria o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu como chefe da quadrilha. Na ocasião, Funaro teria feito acordo de delação premiada para evitar que fosse denunciado como integrante do esquema.

(Fernando Taquari | Valor, com Agência Brasil)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host