UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/03/2010 - 08h17

IGP-10 aumenta 1,10% em março e acumula alta de 2,40% no ano

SÃO PAULO - O Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) registrou elevação de 1,10% em março, com leve alteração em relação à taxa registrada um mês antes, de 1,08%. O resultado, divulgado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), ficou em linha com as estimativas de alguns agentes financeiros.

Influenciou na ligeira aceleração o movimento do Índice de Preços por Atacado (IPA), que responde por 60% do indicador geral: saiu de 1,15% de alta em fevereiro para 1,34% no mês seguinte. Os produtos agropecuários subiram 2,79%, bem mais do que o avanço verificado na pesquisa anterior, de 0,08%. Os produtos industriais tiveram acréscimo de 0,89%, seguindo aumento de 1,50% em fevereiro.

Os três estágios do IPA marcaram ampliação acima de 1% em março, com destaque para os Bens Finais (1,41%). As Matérias-Primas Brutas e os Bens Intermediários registraram variação bem próxima, de 1,31% e 1,30%, respectivamente.

Responsável por 30% do IGP-10, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) suavizou o ritmo de alta em março, para 0,78%, após superar 1% um mês antes. Alimentação subiu mais, indo de 1,35% para 1,68% entre o segundo e terceiro mês de 2010, mas Vestuário teve baixa mais profunda, de 0,48%, contra queda de 0,26% em fevereiro. Transportes abandonaram ampliação de 3,38% para 1,18% e Educação, leitura e recreação saíram de 1,86% para 0,40%.

O Índice Nacional de Construção Civil (INCC), também componente do IGP-10 e com peso de 10%, marcou inflação de 0,33% em março, mais modesta do que o 0,55% do mês antecedente. Materiais, equipamentos e serviços foram de 0,59% para 0,41% de elevação e Mão-de-obra passou de 0,51% para 0,25%.

Vale notar que o IGP-10 apresentou expansão de 1,30% em 12 meses e registrou crescimento de 2,40% nos três primeiros meses de 2010.

(Juliana Cardoso | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host