UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/03/2010 - 13h26

Arruda deixa o hospital e volta para a prisão na Polícia Federal

BRASÍLIA - O governador cassado do Distrito Federal, José Roberto Arruda, já deixou o Hospital das Forças Armadas, em Brasília, e retornou à Superintendência da Polícia Federal (PF), onde continuará preso. Arruda estava internado desde ontem pela manhã, quando foi submetido a um cateterismo para desobstrução de uma das artérias do coração.

Boletim médico divulgado ontem à tarde pelo hospital informa que um exame identificou uma obstrução parcial em uma das artérias do coração de Arruda. Também foi verificado outro problema, de grau discreto, na ventriculografia, exame que permite avaliar a força da contração das paredes do coração.

O ex-governador está preso desde o dia 11 de fevereiro, na Superintendência da PF. Ele é acusado de subornar uma testemunhas do inquérito em andamento no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para apurar denúncias de um suposto esquema de corrupção que envolve autoridades do governo do Distrito Federal, deputados distritais e empresários.

Ontem, o ministro do STJ Fernando Gonçalves negou pedido de prisão hospitalar apresentado pela defesa de Arruda. Para o ministro, o laudo médico encaminhado pelos advogados não comprova a necessidade de prisão hospitalar.

(Agência Brasil)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host