UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/03/2010 - 17h38

Aumento na demanda de máquinas impulsionará contratações no setor

SÃO PAULO - A carteira de pedidos da indústria brasileira de máquinas e equipamentos teve no primeiro bimestre de 2010 um crescimento de 25% em relação ao mesmo período do ano passado. Para dar conta da demanda, as empresas devem realizar novas contratações nos próximos meses.

Segundo Luiz Aubert Neto, presidente Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), essa tendência já começou. Em fevereiro, por exemplo, o nível de emprego apresentou uma expansão de 0,7% sobre janeiro, o que corresponde à criação de 1.701 postos de trabalho, para um quadro de 238.532 pessoas.

"Embora um tanto inexpressivos, os números começam a se elevar e mostram, mesmo a passos lentos, uma retomada", constatou Aubert. Ele lembra que o resultado se torna mais expressivo quando comparado com fevereiro de 2008, considerado um bom ano para o setor.

Neste caso, houve um avanço de 2,1%. Apesar disso, em termos de volume, o segmento fabricante de bens de capital mecânico ainda está, atualmente, com 11 mil vagas a menos do que o pico registrado em setembro de 2008 (250 mil).

O presidente da entidade repetiu a estimativa de crescimento entre 15% e 20% no faturamento do setor em 2010. O desempenho, segundo ele, irá refletir a recuperação da economia e a tendência de substituição de máquinas equipamentos mediante linhas de financiamento especiais. Os investimentos do governo em infraestrutura também podem provocar algum efeito sobre o setor.

A projeção, acrescenta Aubert, leva em conta a prorrogação do Programa de Sustentação do Investimentos (PSI) e manutenção da taxa básica de juros, a Selic, em 8,75%. "Podemos ter neste ano um resultado similar ao ano de 2008. Mas para isso o Banco Central não pode subir a Selic porque poderia comprometer nossos ganhos", frisou. O setor fabricante de bens de capital mecânico faturou R$ 5,9 bilhões em fevereiro, uma alta de 12,3% em relação a janeiro. No confronto com o mesmo mês de 2009, houve um avanço de 23,5% (Fernando Taquari | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host