UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/03/2010 - 11h44

Inadimplência das empresas diminui em fevereiro, diz Serasa

SÃO PAULO - A inadimplência das pessoas jurídicas teve queda de 10,7% em fevereiro, na comparação com o mês anterior, revelou uma pesquisa da Serasa Experian divulgada hoje. Trata-se da queda mais acentuada desde agosto do ano passado.
A retração foi puxada pela queda no volume de títulos protestados, que recuaram 23,8% e contribuíram com uma redução de 9,6% no indicador.
Já os cheques sem fundos observaram declínio de 2,9% e contribuíram com um decréscimo de 1,1%, ao passo que as dívidas não honradas junto aos bancos praticamente não tiveram variação no mês da análise, nessa base comparativa.
De acordo com a Serasa, o resultado tem por base o quadro atual, que é de vigoroso crescimento, baixa inadimplência da pessoa física e de recuperação gradual do crédito às empresas.
A queda na inadimplência foi maior entre as grandes e as médias empresas, com recuo de 30,9% e 20,3%, respectivamente, na comparação com janeiro. Por sua vez, entre as empresas de pequeno porte, a retração foi de 9,7%.
Já em relação ao mesmo mês do ano passado, o recuo em fevereiro foi de 8,1%. A Serasa lembra que, no primeiro trimestre de 2009, a inadimplência nos negócios ficou em patamares elevados, por conta da contração do crédito, da baixa atividade econômica e da inadimplência crescente do consumidor.
Para exemplificar, a inadimplência das empresas no primeiro bimestre de 2009 cresceu 25% contra igual período de 2008. Já neste primeiro bimestre, na comparação anual, a inadimplência caiu 11,6%.
A perspectiva para a inadimplência dos negócios é de continuidade das quedas durante o primeiro semestre. " A atenção se volta à evolução do crédito às empresas, de forma a recompor a estrutura de capital e, sobretudo, o financiamento do giro para as médias, pequenas e micro empresas " , nota a Serasa.
(Karin Sato | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host