UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/03/2010 - 08h44

Copom repete projeção de reajuste zero para gasolina e gás de bujão

SÃO PAULO - O Comitê de Política Monetária (Copom) insistiu na estimativa de reajuste zero para a gasolina e para o gás de bujão neste ano. A informação consta da ata do encontro realizado nos dias 16 e 17 deste mês, quando o Banco Central (BC) deixou a taxa básica de juro em 8,75% anuais.

A previsão é idêntica àquela contemplada no documento da primeira reunião deste calendário e àquela do fim do ano passado.

Diferentemente do observado no documento passado, quando o BC verificou um recuo nos preços do petróleo, a instituição notou agora um aumento nas cotações do produto no mercado "spot" e futuro desde a última reunião realizada. Coincidiu, porém, no fato de que continua grande a incerteza que envolve esse preço, mas, apesar disso, "o cenário central de trabalho adotado pelo Copom prevê preços domésticos da gasolina inalterados em 2010".

"Cabe assinalar, entretanto, que, independentemente do comportamento dos preços domésticos da gasolina, a evolução dos preços internacionais do petróleo pode, eventualmente, se transmitir à economia doméstica tanto por meio de cadeias produtivas, como a petroquímica, quanto pelo efeito potencial sobre as expectativas de inflação", ressalvou o BC, assim como o fez no primeiro encontro deste ano.

Vale mencionar que a decisão de manter a taxa Selic em 8,75% ao ano não foi consensual: de oito votos, três foram a favor de um aumento de 0,5 ponto no custo do dinheiro.

(Juliana Cardoso| Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host