UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/03/2010 - 12h13

Peugeot Citroën vai investir R$ 1,4 bilhão no Brasil até 2012

RIO - O presidente mundial da PSA Peugeot Citroën, Philippe Varin, anunciou hoje que a montadora francesa vai investir R$ 1,4 bilhão no Brasil entre 2010 e 2012. Os recursos serão aplicados no aumento da capacidade de produção da fábrica da empresa em Porto Real (RJ) e no desenvolvimento de novos projetos de veículos das marcas Peugeot e Citroën. Em maio, a PSA vai fazer o lançamento comercial no mercado brasileiro da picape Peugeot Hoggar. Parte dos investimentos também será destinada a ampliar a produção de motores.

Varin fez o anúncio ao lado do governador do Rio, Sérgio Cabral, em solenidade no Palácio Laranjeiras, residência oficial do governo do Estado. O presidente da PSA Peugeot Citroën lembrou que, em dez anos, a empresa já investiu US$ 1 bilhão no Brasil. O investimento anunciado até 2012 marca, segundo Varin, uma nova etapa nos investimentos do grupo no país. A fábrica de Porto Real começou a trabalhar em três turnos em fevereiro, o que exigiu, a partir de janeiro, a contratação de 700 novos funcionários. A fábrica de Porto Real tem atualmente capacidade de produção de 160 mil veículos por ano, volume que deve ser expandindo em cerca de 50% nos próximos anos.

O presidente mundial da PSA Peugeot Citroën, última das grandes montadoras a se instalar no país, disse que a empresa " aprendeu muito " com a implantação da fábrica no Brasil. Ele afirmou que, no Brasil, existe espaço para modelos destinados aos mercados internacionais, mas também há lugar para modelos específicos (direcionados ao mercado local). " E por essa razão, há três anos decidimos investir em equipes de engenharia, de estilo, para ter pessoas que pudessem compreender as necessidades e expectativas dos clientes brasileiros " , disse Varin.

Os resultados dessas decisões serão vistos, segundo ele, nos modelos que o grupo vai lançar, como é o caso da picape Hoggar. A Citroën também fará lançamento de novo modelo este ano, mas Varin não quis antecipar detalhes. De acordo com o executivo, a PSA Peugeot Citroën teve participação de mercado de 5% no Brasil no ano passado e a expectativa é aumentar esse percentual de forma gradativa, considerando o lançamento de modelos. Ele admitiu que essa participação " não é suficiente " .

O objetivo da empresa é aumentar o "market share" no Brasil para 10%, mas Varin não falou em prazos. " 10% (de participação de mercado) são um objetivo que revela nosso desejo de estar muito presente no mercado brasileiro. Em 2010, temos a intenção de dar um passo significativo à frente " , afirmou. A previsão se baseia não só na estratégia da empresa, em termos de aumento da capacidade de produção e lançamento de novos produtos, mas também na continuidade do crescimento do mercado automotivo brasileiro. Ele previu que este ano o mercado brasileiro vai crescer entre 5% a 10% em relação a 2009.

(Francisco Góes | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host