UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/03/2010 - 09h11

Dono de TV oposicionista é solto, mas não pode deixar a Venezuela

SÃO PAULO - O presidente do canal de notícias Globovisión, Guillermo Zuloaga, foi detido ontem por várias horas sob acusação de ofender o mandatário venezuelano Hugo Chávez e de divulgar informação falsa. Após prestar esclarecimentos a um juiz em Caracas, Zuloaga foi liberado com uma medida cautelar que o impede de sair da Venezuela.

Matéria do jornal Valor recordou que, antes da prisão do proprietário da única emissora de TV venezuelana crítica ao governo, o ex-governador Oswaldo Álvarez Paz, também tinha sido detido nesta semana por ter declarado à Globovisión que Caracas mantém ligações com grupos vinculados a narcotraficantes.

(Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host