UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/03/2010 - 20h13

Justiça Eleitoral suspende propaganda do PSDB

SÃO PAULO - A Justiça Eleitoral de São Paulo acolheu o pedido do PT e suspendeu a propaganda partidária do PSDB, veiculada no rádio e na TV desde ontem. Na peça, o governador paulista, José Serra (PSDB), fala sobre suas realizações, como a criação do seguro-desemprego.

"O corregedor Alceu Penteado Navarro entendeu que houve promoção pessoal. Serra ultrapassou os limites da lei que estabelece as regras para a propaganda no rádio e na TV", afirmou Maria de Lourdes dos Santos, advogado do PT estadual. O artigo 45 da Lei 9.096/95 trata da "proibição de propaganda de candidatos a cargos eletivos e a defesa de interesses pessoais ou de outros partidos". O critério de Navarro para suspensão da peça foi o mesmo utilizado contra o PT, quando ele proibiu a inserção de propagandas protagonizadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff e o senador Aloizio Mercadante (SP). Agora, o PSDB poderá substituir a peça por outra.

(Fernando Taquari | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host