UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/03/2010 - 18h34

Wall Street fecha sem direção comum, com tensões na Coreia

SÃO PAULO - Os principais índices de Wall Street fecharam sem rumo comum, depois de maior parte do dia em território positivo.

Influenciou o humor dos mercados no fim da sessão a notícia de que um navio sul-coreano afundou próximo à fronteira marítima com a Coreia do Norte. Havia suspeitas de que o navio, que sofreu uma explosão, teria sido atacado por um ataque do governo de Pyongyang.
O tom positivo da sessão veio do acordo fechado entre a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês Nicolas Sarkozy para estabelecer um mecanismo que permite ajudar a Grécia financeiramente. A fórmula escolhida prevê a intervenção do Fundo Monetário Internacional (FMI) e empréstimos bilaterais dos Estados da zona do euro.

Os investidores receberam ainda os dados sobre o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos, que registrou crescimento a uma taxa anualizada de 5,6% entre outubro e dezembro do ano passado, pouco menor do que os 5,9% estimados anteriormente para o período.

O índice de confiança dos consumidores americanos, que ficou em 73,6 em março, mesma leitura apurada um mês antes, também mereceu atenção.

O índice Dow Jones fechou com variação positiva de 0,08%, aos 10.850 pontos. O S & P-500 ganhou 0,07%, aos 1.167 pontos. O Nasdaq, por outro lado, recuou 0,1%, aos 2.395 pontos.
(Vanessa Dezem | Valor com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host