UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

31/03/2010 - 20h54

Marfrig sai de prejuízo para lucro de R$ 111,7 milhões no trimestre

SÃO PAULO - A Marfrig Alimentos apresentou lucro líquido de R$ 111,7 milhões no quarto trimestre de 2009, revertendo o prejuízo de R$ 74,3 milhões apurado no mesmo trimestre de 2008. A última linha do balanço da companhia foi impulsionada por uma reversão de juros sobre capital próprio no trimestre, de R$ 169,7 milhões.

A receita líquida cresceu 6,8%, para R$ 2,558 bilhões. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi de R$ 200,0 milhões, uma queda de 55,2% em relação aos R$ 446,7 milhões obtidos no quarto trimestre de 2008.

No acumulado de 2009, o lucro líquido chegou a R$ 679,1 milhões, contra prejuízo de R$ 35,5 milhões em 2008. A receita líquida cresceu 55,0%, para R$ 9,615 bilhões e o Ebitda recuou 7,3%, para R$ 884,4 milhões.

O volume total vendido pela Marfrig no ano passado foi de 2,186 milhões de toneladas, um aumento 47,6% em relação a 2008. Segundo a empresa, o crescimento reflete a contabilização integral das empresas compradas após o primeiro semestre de 2008 (Moy Park, Kitchen Range, Braslo, Penasul, Agrofrango, DaGranja, MBL e Penapaulo) e também o crescimento orgânico. A utilização média da capacidade de abate foi de aproximadamente 50,0% em 2009 para bovinos, 85,0% para aves, suínos e industrializados no Brasil e de 95,0% nas unidades da Europa.

No Brasil, a Marfrig vendeu 663,0 mil toneladas de produtos originados de bovinos no ano passado, de 2009, um aumento de 25,6% em relação a 2008.

No segmento de aves, foram vendidas 478,8 mil toneladas, alta 103,9%. As vendas de suínos somaram 123,2 mil toneladas, crescimento de 13,9%.

O endividamento bruto consolidado da Marfrig no final de 2009 era de R$ 5,2 bilhões, sendo R$ 1,5 bilhão em dívidas de curto prazo (28,6% do total). Do total das dívidas, 24,8% estão em reais e 75,2% estão em outras moedas, praticamente equilibradas com os 70,1% de receitas do grupo que foram geradas em outras moedas em 2009, afirmou a companhia em seu comentário de desempenho.

(Téo Takar | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host