UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/04/2010 - 08h45

Bolsas asiáticas fecham em alta, impulsionadas por dados da indústria

SÃO PAULO - As principais bolsas da Ásia registraram ganhos nesta quinta-feira, após divulgação de pesquisas sobre a indústria. Na China, o Índice de Gerente de Compras para o setor manufatureiro ficou em 55,1% em março, ou 3,1 pontos percentuais acima da marca de um mês antes.

A pesquisa da Federação de Compras e Logística do país apontou que foi o 13º mês em que o indicador ficou acima de 50%, que expressa expansão.

Já no Japão, pesquisa Tankan, do banco central do país, mostrou uma recuperação na confiança do empresariado doméstico.

Os agentes levaram em conta ainda a retomada no setor manufatureiro na zona do euro. O índice de gerentes de compra foi a 56,6 em março, passando os 54,2 de um mês antes. Foi a melhor leitura desde o fim de 2006.

Esse avanço foi impulsionado pela expansão verificada na Alemanha e na França e pelo aumento nos novos pedidos de exportação.

Os negócios na Ásia repercutiram ainda o levantamento sobre o mercado de trabalho americano, divulgado ontem pela ADP, empresa que processa folhas de pagamentos. O setor privado dos EUA eliminou 23 mil postos de trabalho entre fevereiro e março, respeitando ajuste sazonal.

O índice Nikkei 225, de Tóquio, subiu 1,39%, para 11.244 pontos. O Shanghai Composite, de Xangai, ganhou 1,23%, aos 3.147 pontos. O Hang Seng, de Hong Kong, registrou alta de 1,40%, aos 21.537 pontos. O Kospi, de Seul, teve valorização de 1,55%, somando 1.719 pontos.

Entre os destaques de alta na Ásia ficou a administradora de cassinos em Macau, Wynn Macau, que aumentou 6,6%. Já Baoshan Iron & Steel Co, uma das principais fabricantes de aço da China, apresentou apreciação de 1,52%, depois de anunciar seus resultados.

(Karin Sato | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host