UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/04/2010 - 07h31

Agentes reagem a emprego nos EUA e aguardam IPCA

SÃO PAULO - A segunda-feira será marcada pela repercussão dos agentes aos dados de emprego nos Estados Unidos. O relatório foi divulgado na sexta-feira, quando as bolsas aqui e lá estavam fechadas em função do feriado de Páscoa. O Departamento de Trabalho dos EUA mostrou que foram criadas 162 mil novas vagas, melhor leitura em três anos. O resultado foi impulsionado pela melhor do clima e pela contratação de 48 mil pessoas para o censo. As previsões oscilavam de 75 mil a 200 mil postos. A taxa de desemprego ficou estável em 9,7%.

O destaque desta semana na agenda local fica por conta do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de março, que será apresentado na quinta-feira. Nos EUA, o foco recai na ata do Federal Reserve (Fed), banco central americano. Na Europa, os investidores estão atentos às decisões de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco da Inglaterra (BoE).

Nesta segunda-feira, além do emprego nos EUA, os agentes reagem ao índice de atividade no setor de serviços e ao indicador de vendas pendentes de casa. Por aqui, são conhecidos o Boletim Focus, do Banco Central, que traz novas estimativas de inflação, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e o resultado semanal da balança comercial. Na terça-feira, será conhecida a ata do Fed. Na quarta-feira, saem uma série de indicadores de atividade industrial na zona do euro, Alemanha e Inglaterra.

Já na quinta-feira, além do IPCA, a agenda local reserva o IGP-DI de março e nova leitura semanal de IPC. Será divulgada a taxa de juros na zona do euro e na Inglaterra.

A semana acaba com os estoques no atacado da economia americana.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host