UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/04/2010 - 11h07

Bovespa inverte rumo e opera em alta pelo 7º dia; dólar avança

SÃO PAULO - Apesar de ter iniciado os negócios em baixa, com o mercado à espera de uma realização natural de lucros tendo em vista a alta registrada nos últimos seis pregões, o Ibovespa inverteu o rumo e passou a operar no campo positivo.

Pouco depois das 11 horas, o Ibovespa avançava 0,33%, aos 71.523 pontos, com giro financeiro de R$ 985,5 milhões. O índice futuro subia 0,37%, aos 71.730 pontos.

Em Wall Street, o Dow Jones tinha baixa de 0,30%, enquanto Nasdaq recuava 0,36% e S & P 500 se desvalorizava em 0,27%.

Na Europa, depois de ausentes nos negócios ontem por conta do feriado de Páscoa, as principais bolsas operam sem direção definida.

No front corporativo, as chamadas "blue chips" registravam alta. Há pouco, os papéis PNA da Vale subiam 0,06%, para R$ 49,82, enquanto as ações PN da Petrobras avançavam 0,47%, a R$ 36,18.

Ontem, a estatal revelou que bateu, em março, o recorde de exportação de petróleo, com a média diária de 733 mil barris, 113 mil barris acima do recorde anterior, de dezembro de 2008. No total, em março, a estatal exportou 22,73 milhões de barris.

Entre as maiores altas do Ibovespa nesta manhã estão os papéis ON da Telemar, que tinham elevação, há pouco, 2,50%, a R$ 38,09, as ações PN da Gerdau Metalúrgica, com valorização de 2,45%, a R$ 38,77, e as PN da TAM, acréscimo de 2,33%, a R$ 31,62.

No sentido oposto, os papéis PN da GOL lideravam as perdas do índice e declinavam 1,74%, a R$ 22,53, seguidos pelas ações ON da CCR Rodovias, com baixa de 1,14%, a R$ 38,80, e pelos papéis ON da Redecard, com queda de 1,07%, a R$ 32,35.

No mercado de câmbio, a moeda americana ganha força em relação ao real, depois de ter recuado nas últimas cinco sessões. Minutos atrás, o dólar comercial subia 0,34%, para R$ 1,769 na venda, enquanto o contrato futuro avançava 0,31%, para R$ 1,777.

(Beatriz Cutait | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host