UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/04/2010 - 10h11

Lula afirma que só fará campanha quando estiver de folga

RIO - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que só vai fazer campanha para a ex-ministra Dilma Rousseff quando estiver de folga e frisou que é importante manter o equilíbrio institucional do país, sem utilizar a máquina pública para apoiar candidatos simpáticos ao governo.

"A prioridade é ser presidente da República. Essa é minha obrigação. Mas tenho sábado e tenho domingo", disse Lula. "É possível não usar a máquina (para fazer campanha)", acrescentou, em entrevista às rádios Tupi e Nativa, no Rio de Janeiro.

Lula se solidarizou com a população do Rio em decorrência das chuvas que castigam a cidade há mais de 16 horas. Devido aos temporais, foi cancelada a visita que Lula faria ao Complexo do Alemão, na zona Norte da cidade.

"Já tive em casa 1,30 metro, 1,50 metro de água. Já dei porrada em rato, em barata", disse o presidente.

Em outro ponto de interesse para o Rio de Janeiro, o presidente disse esperar que o ex-ministro de Minas e Energia Edison Lobão contribua para fazer valer o acordo firmado, inclusive com governadores, a respeito da distribuição dos royalties da exploração de petróleo e gás.

"Espero que o Senado vote e que a gente faça aquilo que foi acordado com o governo do Rio de Janeiro e outros estados", ressaltou Lula, acrescentando que não dará palpites sobre o próximo governo.

(Rafael Rosas | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host