UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/04/2010 - 14h22

Petróleo bate US$ 87 em Nova York e recua

SÃO PAULO - A expectativa de que a demanda global por produtos energéticos irá se fortalecer contribui para o avanço nos preços do petróleo. O produto já foi negociado a US$ 87 o barril nesta jornada em Nova York, o maior nível em 18 meses.

Fora a paridade do dólar em relação à libra e ao euro, os agentes também estão de olho na temporada de viagens nos Estados Unidos, que começa no Memorial Day (última segunda-feira de maio).

Na praça nova-iorquina, o WTI com entrega em maio perdia US$ 0,13, a US$ 86,49, mas alcançou US$ 87,09 na máxima. O contrato de junho declinava US$ 0,11, para US$ 87,02, após marcar US$ 87,59 na máxima.

Em Londres, o Brent para maio, que já saiu a US$ 86,63, tinha baixa de US$ 0,09, transacionado a US$ 85,79. O vencimento de junho também registrava recuo de US$ 0,09, cotado a US$ 86,33.

(Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host