UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/04/2010 - 08h28

IGP-DI marca 0,63% em março e avança 2,76% no 1º trimestre

SÃO PAULO - O Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) deixou uma alta de 1,09% em fevereiro e marcou 0,63% no terceiro mês de 2010, com a redução no ritmo de expansão nos preços no atacado. O dado consta de pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV) apresentada nesta quinta-feira.

O último Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central (BC), trazia a expectativa dos agentes de um IGP-DI de 0,80% em março. No primeiro trimestre deste ano, o indicador subiu 2,76%. Em 12 meses, o avanço ficou em 2,26%.

Com peso de 60% no IGP-DI, o Índice de Preços por Atacado (IPA) registrou elevação de 0,52% em março, depois de acréscimo de 1,38% um mês antes. Os produtos agropecuários aumentaram 2,33%, mas os bens industriais cederam 0,05%. Em fevereiro, ambas taxas foram positivas, em 1,46% e 1,35%, respectivamente.

Dos três estágios do IPA, Bens Finais verificaram alta de 1,06%. Bens Intermediários e as Matérias-Primas Brutas anotaram avanço mais moderado, de 0,25% e 0,22%, na ordem.

Os custos mais elevados dos alimentos tiveram impacto no Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que responde por 30% do índice geral. Segundo a FGV, o IPC subiu de 0,68% em fevereiro para 0,86% em março. Em razão do encarecimento das hortaliças e legumes, dos laticínios e das carnes bovinas, o grupo Alimentação abandonou um acréscimo de 1,16% no segundo mês deste ano para 2,60% na pesquisa seguinte.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) teve elevação de 0,75% em março, superando a leitura de um mês antes, de 0,36%. O indicador de Materiais, equipamentos e serviços ficou em 0,48% e o de Mão de obra correspondeu a 1,05%.

O IGP-DI de março foi calculado com base nos preços coletados entre os dias 1 e 31 do mês de referência.

(Juliana Cardoso | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host