UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/04/2010 - 18h59

Líder do governo diz que reajuste de aposentados não passa de 7%

SÃO PAULO - Nove medidas provisórias trancam a pauta na Câmara dos Deputados e há expectativa de que as duas primeiras devem ser analisadas amanhã. A primeira é a MP 474/09, que aumentou de R$ 465 para R$ 510 o valor do salário mínimo.

A segunda é a MP 475/09, que reajustou em 6,14% os benefícios da Previdência Social para aposentados que ganham acima do mínimo. Essa medida, no entanto, foi alvo de protestos por parte dos aposentados, o que levou a equipe econômica a negociar mudanças.

Na semana passada, líderes no Senado se reuniram e prometeram levar ao presidente Lula uma proposta que fixa um reajuste retroativo a janeiro deste ano de 7,71%.
Como a MP terá que passar pelas duas Casas, os parlamentares querem fechar um acordo que assegure o mesmo percentual de reajuste. Desta forma, esperam acelerar a votação no Senado e na Câmara.
A proposta, porém, não agradou os governistas da Câmara. O líder do governo na Casa e relator da MP, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), garantiu que o percentual será de no máximo 7%.
"Vou explicar para a base que fizemos um esforço imenso para chegar nos 7%. O governo já deu o máximo que poderia dar. E tenho certeza de que os aposentados estão satisfeitos com o aumento, porque nenhuma empresa deu isso", afirmou Vaccarezza.

Segundo ele, os parlamentares que extrapolarem o índice devem ter a consciência de que estão fazendo demagogia com fins eleitorais.
O petista disse que se não houver acordo, o presidente Lula será obrigado vetar a proposta. O reajuste de 7,7%, com ganho real de 3,43%, é o resultado da inflação mais 80% do Produto Interno Bruto (PIB) de 2008.
Se o Congresso aprovar o percentual de 7%, o custo anual da medida será de cerca de R$ 7,8 bilhões. De acordo com o presidente da Força Sindical, deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, a proposta de 7,7% do Senado acrescentaria um impacto de mais R$ 600 milhões ao montante final.

(Fernando Taquari | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host