UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/04/2010 - 10h57

OCDE vê condições econômicas melhores, como nos EUA, Japão e Brasil

SÃO PAULO - O índice de atividade da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) continua a mostrar expansão da economia, mas a um ritmo diferenciado entre países e regiões.

Os sinais mais forte de aumento da atividade econômica foram verificados nos Estados Unidos, onde o indicador foi de 101,8 em janeiro para 102,7 um mês depois, e Japão, com a marca partindo de 102 para 102,9.

Ao mesmo tempo, houve sinais preliminares de um ritmo de expansão mais brando na China, onde o índice ficou em 102,8 tanto na abertura do ano como em fevereiro.

No Brasil, a leitura foi de recuperação - o indicador saiu de 99,3 em janeiro para 99,6 no mês seguinte. Na Alemanha, passou de 104,1 para 105. No caso da França, a mudança foi pequena, de 105,1 para 105,2.

"Os indicadores para Índia, Brasil e Rússia registraram elevações moderadas, com leituras perto ou acima dos níveis de longo prazo", destacou a OCDE em nota.

As fases do ciclo da economia são descritas pelo indicador como expansão (aumento acima de 100), desaceleração (queda acima de 100), retração (queda abaixo de 100) e recuperação (avanço abaixo de 100).

(Juliana Cardoso | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host