UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/04/2010 - 13h29

De olho na Copa, Vivo venderá celular da ZTE com TV Digital

RIO - De olho na demanda causada pela Copa do Mundo, a Vivo e a chinesa ZTE lançaram no Brasil o N290, celular compatível com o sinal da TV digital. A companhia brasileira não divulga as estimativas de vendas, mas a empresa chinesa espera vender 300 mil aparelhos N290, que por enquanto será comercializado exclusivamente pela Vivo.

"Como patrocinadores da Seleção Brasileira, temos todo o interesse de que os clientes assistam aos jogos, já que as partidas vão acontecer no horário de trabalho", ressaltou o vice-presidente executivo de marketing e inovação da Vivo, Hugo Janeba, acrescentando que o uso da TV digital é gratuito no aparelho.

O executivo minimizou ainda o impacto da proibição, pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), da venda de celulares bloqueados. Todos os N290 vendidos terão que estar desbloqueados, mas Janeba lembrou que os contratos que garantem os preços menores de aquisição preveem a manutenção do cliente por determinado prazo.

Para o vice-presidente, a regra de desbloqueio é correta e caberá às companhias prestar o melhor tipo de serviço possível para garantir a manutenção dos clientes.

"Nosso papel é servir com maior qualidade possível. No momento em que atingimos 53 milhões de clientes, o tamanho da operação é complexo e traz esse desafio de serviços de qualidade", disse Janeba, frisando que, na visão da companhia, a obrigação do desbloqueio não significará o fim dos subsídios de aparelhos. No caso do N290, o preço de venda para o cliente pós-pago será de R$ 199.

Questionado sobre o plano nacional de banda larga desenvolvido pelo governo, Janeba destacou a importância do tema para o país, mas preferiu não opinar sobre a possibilidade de utilização da Telebrás como operadora.

Para a ZTE, o N290 contribuirá para que a companhia atinja a marca de 3 milhões de unidades vendidas no Brasil, o que representa uma meta de crescimento de pelo menos 20% sobre os 2,5 milhões de aparelhos vendidos no ano passado.
Em termos de faturamento, a projeção da companhia é de uma alta entre 30% e 40%, depois dos US$ 300 milhões atingidos em 2009, o que significou um avanço de 92% sobre 2008.

"Já existe a procura de outras operadoras pelo N290, mas até o momento ele é exclusivo para a Vivo. E até o fim do ano lançaremos outro aparelho com TV digital no Brasil", garantiu o presidente da ZTE no Brasil, Eliandro Ávila, lembrando que globalmente a companhia faturou US$ 9 bilhões em 2009, com a venda de 62 milhões de unidades.

(Rafael Rosas | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host