UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/04/2010 - 20h23

Passado um ano, Minha Casa, Minha Vida cumpre 41% da meta

BRASÍLIA - O programa Minha Casa, Minha Vida completou um ano de lançamento na última terça-feira, com a contratação de 408.674 unidades habitacionais, no valor de R$ 21,5 bilhões, que corresponde a 41% da meta do programa de 1 milhão de moradias às famílias com renda mensal de até dez salários mínimos (R$ 5,1 mil).

O balanço do Minha Casa, Minha Vida foi divulgado hoje pelo ministro das Cidades, Márcio Fortes. Ele disse que a Caixa Econômica Federal, operadora do programa, recebeu até agora 3.966 propostas de empreendimentos, o equivalente a 813.719 unidades habitacionais, ou 81% da meta, e equivalente a investimentos de R$ 45,67 bilhões.

Segundo Márcio Fortes, das moradias já contratadas, 133.146 foram só neste ano."Isso demonstra que o programa deslanchou nos últimos tempos, contribuindo cada vez mais com os sucessivos recordes de construção de novas habitações no país, sendo que no caso do Minha Casa, Minha Vida a prioridade é o atendimento às famílias com renda de até três salários mínimos, hoje R$ 1.530.

Ele disse que nessa faixa de renda, onde se concentra a quase totalidade do déficit habitacional do país, estimado em 5,8 milhões de moradias, foram contratadas até agora 203.997 unidades, das quais 82% estão em obra; e na faixa de três a seis salários, hoje R$ 3.060, foram contratadas 167.368 moradias, 71% delas em construção. As demais 37.309 unidades contratadas estão com 65% das obras iniciadas.

A presidente da Caixa, Maria Fernanda Ramos Coelho, salientou que a meta de contratações já está fechada nos Estados do Acre, de Mato Grosso, de Goiás, do Pará e da Bahia, e está próxima de ser alcançada também, com mais de 90% de contratações, nos Estados de Sergipe, de Rondônia, de São Paulo, de Santa Catarina, além do Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul.

(Agência Brasil)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host