UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/04/2010 - 15h53

Projeto de Orçamento de 2011 prevê superávit primário de R$ 125 mi

SÃO PAULO - O projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2011, enviado hoje pelo governo ao Congresso, projeta receitas primárias de R$ 936,4 bilhões e despesas de R$ 854,7 bilhões, conforme antecipou o jornal Valor. A meta de superávit primário consolidado do setor público foi confirmada em 3,3% do PIB, mesmo percentual previsto para 2010.

O compromisso de superávit primário consolidado - o saldo positivo entre as receitas e as despesas das três esferas de governo e suas estatais, sem contar juros - é de R$ 125 bilhões em termos nominais. Destes, R$ 81 bilhões caberão ao governo central e R$ 7,6 bilhões às estatais. Os gastos com investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) podem ser abatidos da meta e o cálculo do superávit continua desconsiderando os números da Petrobras.

Assim como antecipado pelo Valor, o governo considerou no projeto de lei a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 5,5% anuais entre 2011 e 2013. Outros parâmetros considerados para o triênio foram inflação medida pelo IPCA em 4,5% ao ano e juro Selic em 8,75% (mesmo percentual válido hoje). De acordo com o Ministério do Planejamento, o governo federal terá as obras do PAC como prioridade em 2011.
(Paula Cleto | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host