UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/04/2010 - 13h49

Lucro da Eli Lilly cai 5% por conta da reforma da saúde nos EUA

SÃO PAULO - A reforma da saúde nos Estados Unidos levou a uma queda de 5% no lucro da Eli Lilly no primeiro trimestre. O lucro diminuiu para US$ 1,2 bilhão, ou US$ 1,13 por ação, contra US$ 1,3 bilhão, ou US$ 1,20 por ação, em igual período de 2009, no padrão US GAAP.

Segundo a farmacêutica, a reforma da saúde resultou em despesas não-recorrentes de US$ 85,1 milhões (US$ 0,08 por ação) e em uma perda de cerca de US$ 60 milhões (US$ 0,04 por ação) devido a descontos mais altos nos produtos.

Já a receita da companhia em todo o mundo, de janeiro a março, somou US$ 5,4 bilhões, o que representa um aumento de 9%, em igual base comparativa. Somente nos Estados Unidos, a receita teve um incremento de 6%, para US$ 3 bilhões. Já a receita fora dos EUA aumentou 13% para US$ 2,4 bilhões.

Por conta do impacto da reforma da saúde, a Lilly reduziu a previsão de lucro ajustado para 2010 para entre US$ 4,35 e US$ 4,50 por ação, no padrão US GAAP. A estimativa inclui uma redução de cerca de US$ 0,35 por ação devido à nova legislação.

(Karin Sato | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host