UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/04/2010 - 20h43

Ciro diz que decisão do PSB de retirar sua candidatura é erro tático

BRASÍLIA - O deputado federal Ciro Gomes (PSB-SP), que teve a candidatura à Presidência da República descartada hoje por seu partido, divulgou nota em seu blog em que afirma que a decisão da legenda é um"erro tático".

"A cúpula de meu partido, o PSB, decidiu-se por não me dar a oportunidade de concorrer à Presidência da República. Acho um erro tático em relação ao melhor interesse do partido e uma deserção de nossos deveres para com o país".

No texto, intitulado"Ao rei tudo, menos a honra", Ciro diz que acata a decisão do partido, mas adianta que seu entusiasmo e engajamento no provável apoio do PSB à candidatura de Dilma Rousseff (PT) dependerá do"encaminhamento"dado pelo partido a questões que considera prioritárias, como a"falta de um projeto estratégico de futuro"e"a deterioração ética generalizada de nossa prática política." Ciro afirma ainda que a decisão do PSB interrompe"uma vida pública de mais de 30 anos dedicada ao Brasil e aos brasileiros", mas que a hora é de"controlar a tristeza"e concentrar esforços no futuro."Uma democracia não se faz com donos da verdade e que, se minhas verdades não encontram eco na maioria da direção partidária, é preciso respeitar e submeter-se à decisão", diz o texto. A decisão do PSB de não apresentar candidato próprio à Presidência da República foi oficializada hoje pelo presidente da legenda e governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Dos 27 diretórios regionais do PSB, 20 eram contrários à candidatura de Ciro.

(Agência Brasil)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host