UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/04/2010 - 08h16

Consumidor mostra-se mais confiante em abril, aponta pesquisa da FGV

SÃO PAULO - A melhora da avaliação sobre a situação atual e futura contribuiu para o avanço do Índice de Confiança do Consumidor (ICC) em abril, apurou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) em pesquisa. O indicador subiu 3,5% perante março, indo de 111,4 pontos para 115,3 pontos, com ajuste sazonal (que leva em conta fatores específicos de um momento).

Os dois índices que compõem o ICC registraram alta em abril, com destaque para o Índice de Expectativas (IE), que avançou 4% entre março e abril, de 105,8 pontos para 110,1 pontos. O Índice da Situação Atual deixou a marca de 121,8 pontos em março para 125,2 pontos um mês depois, o melhor registro da série histórica.

"A maior contribuição para a evolução do índice em abril foi dada pela evolução do quesito que mede o grau de otimismo das expectativas em relação à situação econômica local nos seis meses seguintes. A proporção de consumidores prevendo melhora da situação econômica elevou-se de 23,2% para 26,8%; a parcela projetando piora diminuiu de 13,2% para 8,9%", destacou a FGV.

A entidade informou ainda que a análise sobre as finanças pessoais foi a melhor desde setembro de 2005, sendo que a situação financeira familiar foi tida como boa por 22,3% dos entrevistados. Já 11,5% a classificaram como ruim. Em março, esses percentuais estavam em 19,3% e 11,4%.

(Juliana Cardoso | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host