UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/04/2010 - 13h53

Dilma inaugura série de entrevistas simuladas com crítica à oposição

SÃO PAULO - Em mais uma tentativa de criar um canal de comunicação com o eleitor pela internet, a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, começou a veicular em seu site uma entrevista diária de rádio.

As entrevistas, que serão disponibilizadas entre a segunda e a sexta-feira, vão abordar sempre um tema da campanha de Dilma. Hoje, ela discorreu sobre o programa Bolsa Família, que atende 48 milhões de pessoas em todo o país. "É uma ajuda de emergência para combater a fome e a miséria", destacou Dilma, lembrando que para receber o benefício os pais devem, em contrapartida, vacinar os filhos e mantê-los na escola. Ao fazer a defesa do programa, a petista não perdeu a oportunidade para criticar indiretamente o governo anterior, do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (1995-2002).

"Antes do Bolsa-Família, milhões e milhões de brasileiros eram tão pobres que não tinham o que comer. Quem sofria mais eram as crianças", afirmou. A oposição, no entanto, argumenta que o programa teve origem no governo FHC como Bolsa Escola. Questionado recentemente sobre o assunto, José Serra, pré-candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, garantiu que vai manter o Bolsa Família se for eleito."Vou manter e reforçar porque é uma coisa que funcionou", declarou.

(Fernando Taquari | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host