UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/04/2010 - 21h04

Romi sai de prejuízo para lucro de R$ 10,5 milhões no trimestre

SÃO PAULO - A Indústrias Romi apresentou lucro líquido de R$ 10,563 milhões no primeiro trimestre, revertendo o prejuízo de R$ 7,838 milhões no mesmo período do ano passado. Os números estão de acordo com o padrão contábil internacional (IFRS).

A receita líquida subiu 91,5%, para R$ 145,132 milhões. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou R$ 18,567 milhões, ante resultado negativo de R$ 9,928 milhões no primeiro trimestre de 2009.

A fabricante de máquinas-ferramenta, injetoras e fundidos e usinados encerrou o trimestre com carteira de pedidos no montante de R$ 209,4 milhões, um crescimento de 5,3% em relação ao quarto trimestre e avanço de 127,8% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. A companhia afirmou em seu comentário de desempenho que o avanço da carteira evidencia a recuperação do nível de atividade econômica dos setores industriais.

A entrada de pedidos somou R$ 158,190 milhões ao final de março, com recuo de 35,9% em relação a dezembro e alta de 199,5% sobre o primeiro trimestre de 2009.

Segundo a Romi, o recuo em relação ao final do ano passado reflete a sazonalidade natural do negócio e a antecipação de pedidos pelos clientes no quarto trimestre motivada pela expectativa de término do programa de financiamento do BNDES, o que não ocorreu e foi estendido até dezembro de 2010. Já o avanço sobre o início de 2009 é consequência dos efeitos da crise financeira mundial naquele momento.

Os investimentos totalizaram R$ 4,8 milhões no trimestre, uma redução de 84,7% sobre os R$ 31,4 milhões aplicados no mesmo período de 2009. Os recursos foram destinados basicamente para manutenção do parque industrial.

(Téo Takar | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host