UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

28/04/2010 - 17h14

Petróleo avança, apesar de aumento nos estoques dos EUA

SÃO PAULO - Os preços internacionais do petróleo avançaram nesta quarta-feira. Os investidores pareceram ignorar o aumento dos estoques da commodity nos EUA e criaram expectativas com relação ao resgate da Grécia.

Em Nova York, o vencimento de junho do WTI terminou cotado a US$ 83,22 o barril, com alta de US$ 0,78, enquanto o vencimento de julho ganhou US$ 0,67, para US$ 85,67. Em Londres, o Brent de junho fechou a US$ 86,16 o barril, com avanço de US$ 0,38. Para julho, foi registrada valorização de US$ 0,40, para US$ 87,05.

Apesar do clima de cautela, as negociações foram influenciadas pelas palavras do diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, que teria dito ao Parlamento alemão que o pacote de ajuda à Grécia pode ficar entre 100 bilhões de euros e 120 bilhões de euros em três anos. A informação foi repassada por legisladores alemães após encontro com representantes do Fundo.

As expectativas de que a situação do país vai melhorar com a ajuda superaram a notícia de que a agência de classificação de risco Standard and Poor''''s (S & P) rebaixou a nota de crédito da Espanha. Ontem, a agência já havia rebaixado a nota soberana de Portugal e Grécia. Pela manhã, o Departamento de Energia dos EUA revelou que os estoques de petróleo cru dos Estados Unidos registraram incremento de 1,9 milhão de barris na semana terminada no dia 23 deste mês, perante a semana anterior. Com isso, os níveis do produto ficaram em 357,8 milhões de barris. (Vanessa Dezem | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host