UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/05/2010 - 13h15

ABnote tem lucro 11,6% menor no primeiro trimestre

SÃO PAULO - A American Banknote (ABnote), empresa especializada na impressão de cartões de crédito e documentos, encerrou o primeiro trimestre do ano com lucro líquido de R$ 19,1 milhões, o que representou queda de 11,6% ante o ganho de R$ 21,6 milhões apurado no mesmo período de 2009.

A receita líquida da empresa atingiu R$ 170,1 milhões entre janeiro e março de 2010, recuo anual de 6,2%. O desempenho, entretanto, foi diferente em cada uma das três áreas de atuação.

No segmento de cartões, a receita ficou praticamente estável, ao subir 0,5% no primeiro trimestre, para R$ 57,2 milhões; nos sistemas de identificação, a alta foi de 7,0%, para R$ 53,3 milhões; e, nos serviços gráficos, as vendas foram 20,1% menores, somando R$ 59,6 milhões.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da ABnote somou R$ 37,5 milhões nos primeiros três meses deste ano, valor 6,7% inferior ao de igual trimestre de 2009. A margem Ebitda, por sua vez, ficou praticamente estável, ao passar de 22,2% para 22% no período.

"O ano de 2010 começa com um grande desafio: reverter o péssimo resultado de 2009, em particular do quarto trimestre. Logo no primeiro trimestre verificamos que será uma tarefa trabalhosa, mas acreditamos que temos todas as condições para conseguirmos aumentar nosso Ebitda em 2010 entre 10% e 15%", ressaltou a companhia, em seu balanço.

De acordo com a empresa, a velocidade do crescimento dos primeiros três meses do ano ainda não é a desejada. "Se anualizarmos o Ebitda registrado no primeiro trimestre de 2010, de R$ 37,5 milhões, chegaremos em um número que não se aproxima do que projetamos para este ano. Isto demonstra que, apesar do crescimento de mais de 40% em relação ao quarto trimestre, esta ainda não é a velocidade de cruzeiro que esperamos alcançar nos próximos trimestres", observou.

A geração de caixa da companhia totalizou R$ 28,7 milhões no primeiro trimestre de 2010, resultado 144,7% superior aos R$ 10,3 milhões gerados nos três meses iniciais do ano anterior.

"Iniciamos o ano com R$ 108,1 milhões em caixa, realizamos uma aquisição de R$ 31,6 milhões [da MicroEletrónica], investimos R$ 11,6 em ativos imobilizados, pagamos R$ 5,6 milhões de dividendos e finalizamos o trimestre com um saldo de R$ 88,0 milhões em caixa", afirmou a ABnote.

(Beatriz Cutait | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host