UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/05/2010 - 19h59

Dívida líquida da Vale dobra em 12 meses, para US$ 12,4 bilhões

SÃO PAULO - A Vale encerrou o primeiro trimestre com um dívida bruta de US$ 23,569 bilhões, 3% superior à posição de dezembro de 2009, de US$ 22,880 bilhões e 28% maior que os US$ 18.414 bilhões de março de 2009.

Já a dívida líquida era de US$ 12,433 bilhões ao final de março de 2010, 5% maior que no fim do ano passado, mas o dobro dos US$ 6,200 bilhões de março de 2009.

Ainda segundo a companhia, o prazo médio dos compromissos é de 9,0 anos, com custo médio de 5,33% ao ano. Em março, a companhia emitiu 750 milhões de euros em bônus de 8 anos, com cupom de 4,375% por ano. A emissão marcou a estreia da Vale no mercado de dívida europeu e teve uma demanda de 10 vezes o montante oferecido.

A Vale informou ainda em seu balanço que realizou investimentos de US$ 2,158 bilhões no primeiro trimestre, 25,8% a mais do que o aplicado no mesmo trimestre de 2009. Do total, US$ 1,725 bilhão para crescimento orgânico (US$ 1,540 bilhão para desenvolvimento de projetos e US$ 185 milhões para pesquisa e desenvolvimento) e US$ 433 milhões para manutenção das operações existentes.

(Téo Takar | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host