UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/05/2010 - 08h32

Grécia tem greve geral contra medidas do governo

SÃO PAULO - Um dia depois de servidores públicos gregos cruzarem os braços na Grécia, o país registra nova manifestação, que conta com a adesão dos sindicatos do setor privado. O alvo é o mesmo: o plano do governo de reduzir gastos e aumentar impostos. A greve geral desta quarta-feira afeta o setor de transportes, que praticamente parou. Os aviões estão em solo e trens e ferries não circulam. Escolas, hospitais e comércio estão fechados.

Trabalhadores, pensionistas e aposentados vão fazer uma marcha até o Parlamento contra as medidas do governo para tentar colocar em dia as finanças públicas. Já há notícias de confrontos entre manifestantes e a polícia.

Para receber a ajuda de mais de 100 bilhões de euros de líderes europeus e do Fundo Monetário Internacional (FMI), a administração da Grécia se comprometeu a realizar mais ações de aperto fiscal. Além de aumentar o Imposto sobre Valor Agregado (IVA), o governo vai congelar salários e aposentadorias do setor público por três anos, entre outras iniciativas.

O plano de austeridade deve ser analisado amanhã pelo Parlamento da Grécia e a expectativa é de que receba aprovação.

(Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host