UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/05/2010 - 18h45

Incentivo à exportação não garante competitividade, diz CNI

BRASÍLIA - Na condição de um dos representantes do setor exportador, o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro Neto, não mostrou muito entusiasmo com o pacote de incentivo às exportações, em formatação pelo governo desde o fim do ano passado.

"Não vamos ser ingênuos", disse Monteiro, após assistir ao anúncio das medidas pelos ministros da Fazenda, Guido Mantega e do Desenvolvimento, Miguel Jorge. "O que preocupa é o binômio juros e câmbio", continuou.

"Representam um avanço e um alento. Mas não são medidas capazes de garantir a competitividade", declarou. As medidas "são positivas, e tudo vai na direção correta. O que preocupa é que dois dos principais preços estão desalinhados com o padrão internacional", disse o presidente da CNI.

Com juros elevados e a taxa de câmbio apreciada, Monteiro destacou ser difícil de avaliar qual será o impacto do pacote de hoje.

"Não tenho elementos para dizer que vai aumentar as exportações", afirmou, antes de entrar para a reunião do Grupo de Aceleração do Crescimento (GAC) com os ministros Mantega e Jorge, além de empresários de diversos setores produtivos.

(Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host