UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/05/2010 - 08h49

Inflação ao consumidor de baixa renda arrefece em abril, mostra FGV

SÃO PAULO - O Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1) subiu 1,28% em abril, depois de avançar 1,40% um mês antes. No ano, a alta ficou em 4,99%. Em 12 meses, houve acréscimo de 6,58%, conforme dados da Fundação Getulio Vargas (FGV).

No confronto mensal, Alimentação contribuiu para a desaceleração do indicador, calculado com base nas despesas de consumo das famílias com renda de um a 2,5 salários mínimos mensais.

Refletindo uma suavização no ritmo de alta nos preços do tomate e do açúcar cristal, o grupo Alimentação foi de um avanço de 3,31% em março para 2,52% um mês depois. Também influenciou o IPC-C1 de abril o movimento dos ramos Despesas Diversas, que tiveram estabilidade, e Transportes, com baixa de 0,01%. No terceiro mês de 2010, essas duas classes de despesa registraram taxas positivas, de 0,48% e 0,37%, respectivamente.

Em contrapartida, Vestuário inverteu de rumo, indo de recuo de 0,91% para elevação de 1,13%. Saúde e cuidados pessoais subiram mais (0,37% para 1,28%) assim como Habitação (0,08% para 0,29%) e Educação, leitura e recreação (0,23% para 0,57%).

(Juliana Cardoso | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host