UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/05/2010 - 14h41

Preço da cesta básica sobe em 16 capitais em abril, mostra Dieese

SÃO PAULO - O valor da cesta básica avançou em quase todas as 17 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) no mês de abril. Apenas uma cidade registrou queda no preço dos gêneros alimentícios essenciais.
De acordo com o instituto, o encarecimento da cesta básica em abril foi causado, basicamente, pela elevação dos preços de produtos como o leite, que subiu em 16 capitais; tomate, que também registrou aumento em 16 cidades; e feijão, que teve alta em 15.

O maior avanço no custo da cesta básica em abril se deu em Natal, com variação mensal de 12,09% (R$ 223,22). Em seguida, aparecem Belo Horizonte, com alta de 6,55% (R$ 239,06), e Recife, com expansão de 6,17%, para R$ 214,48.
Na capital paulista, a cesta ficou 3,01% mais cara, a R$ 261,39. A única cidade em que houve queda foi Goiânia, com queda de 0,22% (R$ 206,46). As cestas mais em conta são as de Aracaju (R$ 184,97) e Fortaleza (R$ 187,21). A mais cara ainda pertence a Porto Alegre, de R$ 268,72.

No intervalo de 12 meses encerrado em abril, somente em Goiânia a variação acumulada é negativa, com queda de 2,54%. As elevações mais expressivas foram registradas em Recife (21,42%), Natal (16,40%), São Paulo (15,85%) e Salvador (15,08%).

No mês passado, na média das 17 capitais, o trabalhador que ganhava salário mínimo precisou cumprir uma jornada de 98 horas e 44 minutos para adquirir os produtos da cesta, acima das 94 horas e 38 minutos necessárias em março. Em abril de 2009, o tempo médio necessário havia sido de 96 horas e 12 minutos.

Tomando por base a cesta mais cara do país, de Porto Alegre, o salário mínimo necessário para despesas básicas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência deveria ser de R$ 2.257,52 em abril, o que equivale a 4,42 vezes o mínimo vigente, de R$ 510. Em março, esse valor era de R$ 2.159,65 e, em abril do ano passado, era de R$ 1.972,64.

(Karin Sato | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host