UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/05/2010 - 07h31

Ata do Copom é destaque na agenda

SÃO PAULO - A questão grega continua centrando as atenções, mas, nesta quinta-feira, os investidores devem reservar algum tempo para ler a ata do Comitê de Política Monetária (Copom). O documento pode ajudar o mercado a ter uma melhor ideia de como o Banco Central (BC) vê a piora nas expectativas de inflação e as revisões para cima na taxa de crescimento e estimar o tamanho do ciclo de alta de juros. Na semana passada, o BC deu início ao processo de aperto subindo a Selic em 0,75 ponto, para 9,5%.

Ainda no front doméstico, os investidores conhecem o Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) de abril. A Máxima Asset estima inflação de 0,83%, acelerando de 0,63%.

Os investidores também conhecem o desempenho da indústria automobilística em abril, segundo os dados da Anfavea, e também recebem o levantamento sistemático da produção agrícola.

Na Europa, os agentes conhecem a decisão de juros do Banco Central Europeu (BCE). O consenso sugere nova estabilidade no custo do dinheiro em 1% ao ano.

Já nos Estados Unidos, a agenda reserva a produtividade da mão de obra no primeiro trimestre, os novos pedidos por seguro-desemprego e um discurso do presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, Ben Bernanke.

No front corporativo, os agentes reagem aos números que a Vale apresentou ontem. A mineradora reportou lucro de R$ 2,879 bilhões no primeiro trimestre, um recuo de 8,6% na comparação com o mesmo trimestre de 2009, mas alta de 6,3% sobre os R$ 2,708 bilhões apurados no quarto trimestre do ano passado. Já a receita operacional da Vale ficou em R$ 13,029 bilhões no trimestre, 8,1% acima dos R$ 12,048 bilhões do quarto trimestre do ano passado e 1,13% menor que o observado nos três primeiros meses de 2009.

Nesta sessão, serão conhecidos os resultados da Gerdau, Gol, Light e Cemig. Do exterior, merece atenção o balanço da Alcatel-Lucent.

A semana acaba com os dados oficiais sobre o mercado de trabalho americano e o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de abril.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host