UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/05/2010 - 19h29

Faturamento das pequenas empresas cresce 10% no primeiro trimestre

SÃO PAULO - As micro e pequenas empresas do Estado de São Paulo registraram um aumento de 10,2% no faturamento real do primeiro trimestre deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado, revelou uma pesquisa do Sebrae-SP realizada em parceria com a Fundação Seade. No total, as MPEs faturaram R$ 23,9 bilhões, sendo que a receita média por empresa somou R$ 18.029,56.
Na análise setorial, a indústria se destaca, com um acréscimo de 18,8% no faturamento do período, em igual base comparativa. No comércio, a alta foi de 7,5%, e em Serviços, de 9,3%.
Em março, o faturamento das MPEs cresceu 11,3% contra igual mês de 2009. Trata-se do sexto mês consecutivo de alta nesta base comparativa.

Todos os setores de atividade apresentaram faturamento maior em março, sendo que a indústria lidera, com expansão 24,2%.
De acordo com o Sebrae-SP, o desempenho mais fraco da indústria em março do ano passado contribuiu para esse resultado. O comércio, por sua vez, registrou alta de 5%, e o segmento de serviços, de 14%.

Já na comparação com fevereiro, o faturamento das MPEs em março aumentou 8,9%. A alta é liderada mais uma vez pela indústria, que teve um ganho de 18,2%.

O estudo também revelou que a maioria (48%) dos micro e pequenos empresários espera estabilidade no faturamento de seus negócios nos próximos seis meses, com relação à receita atual.
Outros 35% apostam que vão faturar mais, 16% responderam que não sabem como será a evolução do faturamento de suas empresas e 1% espera piora.

Segundo o Sebrae-SP, em São Paulo, existem 1,3 milhão de MPEs. Elas constituem 98% do total de empresas formais do estado, correspondendo a 28% da receita bruta do setor formal. Além disso, empregam mais de 5 milhões de pessoas - cerca de 67% dos postos de trabalho do setor privado paulista.

(Karin Sato | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host