UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/05/2010 - 11h08

Investimento está crescendo até 20% sobre 2009, diz Mantega

BRASÍLIA - O investimento está crescendo entre 18% e 20% este ano sobre 2009, informou há pouco o ministro da Fazenda, Guido Mantega, ao participar de seminário da Central Única dos Trabalhadores (CUT). "Estamos com crescimento muito forte", disse o ministro. Ele reiterou que "a economia já está aquecida", e que aguarda uma evolução real da atividade acima de 5,5% para este ano.

"Já tem gente aí falando acima de 6%, até 7%. Acho que há exagero, mas de qualquer forma está identificado o vigor da atividade. Estamos começando um novo ciclo, que deverá perdurar pelos próximos anos", seguiu o ministro, voltando a citar os fatores adotados pelo governo Lula para induzir a geração de empregos, investimentos e "inclusão social com distribuição de renda".

Mantega destacou que a "nova política" deu lastro para que o Brasil entrasse e saísse rápido da crise mundial, iniciada na segunda metade de 2008. "Não foi graças à sorte, mas à política econômica que vinha sendo feita", reiterou o ministro. Ele citou como exemplo a valorização do salário mínimo, que, no início do governo Lula em 2003, comprava cerca de uma cesta básica. "Agora compra quase duas, portanto, dobrou", concluiu.

O ministro voltou a listar prejuízos que países desenvolvidos tiveram com a crise, como, por exemplo, a perda de mais de 7 milhões de empregos nos Estados Unidos, enquanto no Brasil foram criados mais de 900 mil novas vagas em 2009 e há previsão de chegar a 2 milhões neste ano. "Quando a gente cita esses números lá fora, eles saltam os olhos de admiração", brincou ele. Mantega voltou a dizer que os países do Bric (Brasil, Rússia, India e China) são os que mais crescerão em 2010, acima de 5%. O grupo do Bric será responsável por até 70% do crescimento mundial até 2015, segundo ele.

(Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host