UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/05/2010 - 13h36

Número de desempregados no Reino Unido é o maior desde 1994

SÃO PAULO - No dia em que David Cameron assumiu o mais alto cargo executivo do Reino Unido, os britânicos conheceram os dados do mercado de trabalho. O resultado veio pior do que o esperado: em março foram registradas 2,51 milhões de pessoas sem emprego, o maior número desde 1994. As informações foram divulgadas hoje pelo escritório nacional de estatísticas (ONS, na sigla em inglês). Foram somados ao grupo dos desempregados 53 mil britânicos nos três primeiros meses do ano. A taxa de desemprego, por sua vez, ficou no patamar dos 8% no período, o que representa uma alta de 0,2 pontos percentuais ante trimestre anterior. Por outro lado, o número de pessoas que requisitaram seguro-desemprego recuou em 27,1 mil em abril, para 1,52 milhão, acima do projetado por alguns analistas, que apontavam para declínio de 20 mil. Em março, foi verificada uma queda de 32,7 mil (nos dados revisados). Os resultados evidenciam os desafios que o novo premier terá de enfrentar no poder. Como parte do acordo de coalizão, para que Cameron tenha maioria no Parlamento, o novo líder deverá realizar arrochos fiscais, o que pode gerar ainda maior desemprego.

(Vanessa Dezem | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host