UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/05/2010 - 13h01

Vendas perdem força, mas dólar segue em baixa

SÃO PAULO - O dólar comercial segue operando em baixa contra o real. A tomada de posição segue a sinalização otimista de outros mercados, como bolsas e commodities, que operam em alta.

Por volta das 13 horas, o dólar comercial recuava 0,44%, a R$ 1,773 na compra e R$ 1,775 na venda. Na mínima, a moeda foi negociada R$ 1,770. No mercado futuro, o dólar com vencimento para junho, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), declinava 0,80%, a R$ 1,7825.

Segundo a diretora da AGK Corretora, Miriam Tavares, apesar de todas as incertezas que rondam a Europa, o fato é que a liquidez da economia global continua e continuará bastante elevada. Então, o panorama de curto e médio prazo segue o mesmo, ou seja, esse dinheiro vai buscar retornos maiores a qualquer sinal de melhora no ambiente de negociação. A contrapartida é grande volatilidade.

Ainda de acordo com Miriam, o que preocupa é o longo prazo, já que os governos não param de se endividar para salvar bancos e outras economias. O resultado disso será menor crescimento mundial. "Os governos estão tendo que transferir recursos para tapar buracos no setor financeiro. Se esse dinheiro estivesse sendo encaminhado diretamente para o setor produtivo estaria gerando crescimento." Como acontece toda a quarta-feira, o Banco Central apresentou os dados parciais da movimentação de câmbio. Na semana passada, o fluxo cambial foi positivo em US$ 3,71 bilhões, sendo US$ 2,63 bilhões da conta comercial e US$ 1,07 bilhão da conta financeira. Já as atuações do Banco Central no mercado à vista enxugaram US$ 3,38 bilhões do mercado, sendo que US$ 1,45 bilhão foi retirado em apenas um dia. Com isso, o saldo líquido de dólares na primeira semana do mês foi positivo em US$ 330 milhões, resultado do fluxo de US$ 3,71 bilhões menos as compras do BC de US$ 3,38 bilhões.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host