UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/05/2010 - 18h24

Bolsas americanas reduzem perdas e fecham de lado

SÃO PAULO - As bolsas americanas reduziram as perdas no fim do pregão desta terça-feira, depois de operarem com baixas expressivas durante boa parte do dia. Tensões entre as Coreias e o cenário ruim para os bancos europeus deram o tom dos negócios durante a maior parte do pregão.

O índice Dow Jones recuou 0,23%, para 10.044 pontos; o Nasdaq caiu 0,12%, aos 2.211 pontos, enquanto o S & P 500 fechou em leve alta de 0,04%, aos 1.074 pontos, depois de ter caído mais de 3% ao longo do dia.

Analistas atribuíram a melhora a uma recuperação técnica, depois do mercado ter testado suportes gráficos importantes. Entre os destaques de alta ficaram Home Depot (2,3%) e Alcoa (1,9%).

O indicador do dia foi a confiança do consumidor americano, que registrou o terceiro aumento mensal consecutivo. O indicador que mede esse sentimento ficou em 63,3 neste mês, após os 57,7 de abril.

No entanto, o foco das atenções na maior parte do dia esteve no setor bancário europeu, onde as taxas no mercado interbancário atingiram níveis elevados. Além disso, quatro instituições espanholas anunciaram um acordo para unir operações, apenas dois dias após o banco central do país anunciar intervenção no CajaSur.

Além disso, a Coreia do Norte anunciou hoje que cortou relações com a Coreia do Sul. O movimento seria uma resposta às acusações da Coréia do Sul de que o Norte teria atacado um navio de guerra do país próximo à fronteira marítima entre os dois países em março. A Coreia do Norte nega o ataque.

(Téo Takar | Valor com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host