UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/05/2010 - 08h11

Bolsas asiáticas fecham com forte queda, com Coreia e Europa

SÃO PAULO - O aumento da tensão na península coreana e a piora do humor dos investidores com a crise na Europa derrubaram as bolsas asiáticas nesta terça-feira. O índice Nikkei, do Japão, caiu 3,1%, para 9.459,89 pontos, o nível mais baixo desde 30 de novembro. Hong Kong seguiu o movimento e o Hang Seng recuou 3,47%, para 18.985 pontos, a menor leitura desde julho do ano passado e abaixo da barreira psicológica de 19 mil pontos.

O Shanghai Composite, da bolsa de Xangai, cedeu 1,9%, para 2.622 pontos. Na Coreia do Sul, o índice Kospi despencou 4,5% após as agências internacionais divulgarem informações de que a Coreia do Norte ameaçou uma ação militar contra sua vizinha.

O alerta eleva ainda mais as tensões desencadeadas pelo naufrágio de um navio de guerra sul-coreano em março deste ano e que foram reforçadas pela divulgação, na semana passada, de um relatório realizado por especialistas de diversos países que apontam a Coreia do Norte como responsável pela fabricação do torpedo que afundou o navio.

Na Europa, prevalecem os receios quanto à delicada situação fiscal da Grécia e de outros países da zona do euro. Em resposta ao alerta do Fundo Monetário Internacional (FMI) para a necessidade de reformas na economia espanhola, quatro bancos da Espanha se manifestaram afirmando que combinarão esforços com as autoridades reguladoras para dar suporte ao país. Os investidores seguem atentos aos acontecimentos na Espanha. No fim de semana, o governo do país assumiu o controle de uma instituição financeira de pequeno porte no país, acirrando as preocupações quanto à contaminação no setor bancário.

(Francine De Lorenzo | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host