UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/05/2010 - 08h04

Vendas globais de PCs portáteis saltam 71% no primeiro trimestre

As vendas globais de PCs somaram 49,4 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2010, o que representa um crescimento de 43,4% em relação ao mesmo período de 2009, informou a consultoria Gartner nesta terça-feira.

Os portáteis como netbooks e mini-notebooks apresentaram a maior alta em vendas da categoria em oito anos, com 71% de crescimento anualizado. Segundo o Gartner, os consumidores gastaram US$ 36 bilhões em micros portáteis entre janeiro e março A pesar do crescimento expressivo em vendas, de acordo com o analista chefe do Gartner, Mikako Kitagawa, os portáteis vem perdendo participação em algumas regiões. Segundo ele, "os consumidores começaram a entender as limitações dos mini-notebooks, especialmente diante dos cortes agressivos de preços em notebooks tradicionais." O preço médio de vendas dos pequenos PCs no primeiro trimestre foi de US$ 732 - 15,7% abaixo do valor cobrado no mesmo período do ano anterior (US$ 868). A consultoria estima que atualmente o mercado tenha 500 milhões de portáteis em uso no mundo.

O segmento de consumo continua a ser o principal direcionador de crescimento do mercado de PCs, mas a consultoria observa uma retomada nas vendas corporativas entre 2010 e 2011 como parte de um ciclo de troca de parque instalado.

A HP continua na liderança do mercado global com participação de 19,2% no primeiro trimestre e 9,5 milhões de unidades vendidas - alta de 23,2% em relação aos três primeiros meses de 2009. A Acer, em segundo lugar, registrou um crescimento de 48,4% em vendas, que atingiram 9,1 milhões no primeiro trimestre. Terceira no ranking, a americana Dell vendeu 5,6 milhões de PCs nos três primeiros meses deste ano, uma elevação de 33,1% no comparativo com o primeiro trimestre de 2009. O grande salto em vendas no período foi atribuído à taiwanesa Asus. Posicionada em quinto lugar no ranking - atrás da Toshiba, que registrou 9,3% de participação - a fabricante vendeu 4,3 milhões de equipamentos no primeiro trimestre do ano, um salto anualizado de 113%. Boa parte do crédito se deve à oferta de portáteis e máquinas mais populares, observa o Gartner.

(Daniela Braun | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host