UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/05/2010 - 18h34

CORREÇÃO: Dólar fecha em queda de 0,53%, a R$ 1,858

Favor desconsiderar as cotações presentes em nota publicada às 17h50. A fornecedora de dados do Valor alterou os números de fechamento do dólar comercial para R$ 1,856 na compra e R$ 1,858 na venda, queda de 0,53%. Segue nota corrigida: Mais um pregão de elevada instabilidade no mercado de câmbio. Toda a pressão de venda do período da manhã desapareceu no decorrer da tarde, mas o dólar comercial ainda fechou a jornada com baixa de 0,53%, a R$ 1,858 na venda. Vale lembrar que na mínima, a moeda marcou R$ 1,831, ou baixa de 1,98%.

Na roda de "pronto" da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o dólar afundou 2,52%, para fechar a R$ 1,843. Mas o volume, mais uma vez, tira expressividade da taxa. Foram apenas US$ 1 milhão, com 3 negócios, ontem fora registrado US$ 1,25 milhão. Já no interbancário, o giro estimado ficou ao redor dos US$ 3 bilhões.

No mercado de dólar futuro, onde os negócios ainda passarão por ajuste, o dólar para junho marcava estabilidade a 1,8735, depois de cair a R$ 1,832 pela manhã.

Segundo o trader de renda fixa e câmbio do Banco Modal, Luiz Eduardo Portella, a moeda americana acompanhou a aversão a risco no mercado externo. O operador lembra que as bolsas americanas devolveram toda a alta do período da manhã para fechar o dia em baixa.

"Tem toda a cara de que o mercado virou mesmo. E essa volatilidade é típica do mercado pessimista [bear market]"", pontuou o trader.

Portella também chama atenção para o preço do euro, que voltou a fazer mínimas na linha de US$ 1,21. Outro fator de instabilidade mencionado pelo especialista foram notícias dando conta de que novos problemas surgem no setor financeiro espanhol, como dificuldade de rolagens de títulos de curto prazo.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host