UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/05/2010 - 19h01

HSBC eleva recomendação e reduz preço-alvo para os papéis da Vale

SÃO PAULO - O HSBC elevou a recomendação para os papéis da Vale de "neutral" (manutenção) para "overweight" (compra). Os preços-alvo para as ações em 12 meses também foram alterados. No caso dos papéis ordinários, o preço caiu de R$ 64 para R$ 62 e, nas preferenciais, foi reduzido de R$ 55 para R$ 52.

Em relatório enviado ao mercado assinado por Jordi Dominguez e Alexandre Gartner, o HSBC apontou que suas projeções de preços para o minério de ferro da Vale passaram para US$ 110 por tonelada no segundo trimestre e para US$ 124 por tonelada no terceiro. Além disso, a instituição reduziu os volumes de vendas esperados para o ano calendário 2010.

"Esperamos que os preços caiam no quarto trimestre de 2010, devido à demanda mais moderada. Cremos que as ações da Vale são negociadas atualmente a 6 vezes o VF/EBITDA no longo prazo, implicando múltiplos no nível de piso. Vemos isso como uma oportunidade de compra, considerando a capacidade de geração de caixa da Vale e sua baixa alavancagem", observou o HSBC, no relatório.

Entre os riscos para a empresa, a instituição citou as flutuações na taxa de câmbio, que podem ter impacto sobre a Vale, já que a maior parte de suas receitas são em dólares e seus custos em reais.

(Beatriz Cutait | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host