UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/05/2010 - 17h42

Indicadores estimulam negociações e petróleo sobe

SÃO PAULO - Os preços internacionais do petróleo avançaram nesta quarta-feira, diante de indicadores positivos nos EUA e da menor aversão ao risco dos investidores.

Nesta tarde, os agentes conheceram dos dados dos estoques de petróleo cru dos Estados Unidos, que aumentaram em 2,4 milhões de barris na semana passada, na comparação com a retrasada, para 365,1 milhões de barris, segundo informou o Departamento de Energia do país. Já com relação às reservas de gasolina e as de destilados verificaram-se pequenas baixas, de 200 mil barris e de 300 mil barris, respectivamente.

Nesta sessão, o investidor conheceu ainda os dados dos novos pedidos de bens duráveis nos Estados Unidos, que cresceram 2,9% em abril. Foi o quarto aumento nos últimos cinco meses e veio após uma ligeira baixa em março, observou o Departamento do Comércio do país em nota.

Não se pode ignorar, no entanto, a cautela sobre as tensões entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul, agravada nesta quarta-feira, pela expulsão de oito funcionários do governo sul-coreano que trabalhavam em um complexo industrial na Coreia do Norte.

Em Nova York, o vencimento do WTI para julho ganhou US$ 2,76, a US$ 71,51, enquanto o contrato de agosto ficou em US$ 72,54, com avanço de US$ 2,44. Em Londres, o Brent para julho terminou a US$ 71,74, com alta de US$ 2,91, e o contrato de agosto também subiu US$ 2,10, para US$ 72,48.

(Vanessa Dezem | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host