UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

28/05/2010 - 08h16

IGP-M avança 1,19% em maio e tem alta de 4,18% em 12 meses

SÃO PAULO - O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) avançou para 1,19% em maio depois de ter registrado acréscimo de 0,77% um mês antes, apontou a Fundação Getulio Vargas (FGV) em nota. O aumento mais acentuado nos preços no atacado influenciou a aceleração.

No Boletim Focus mais recente, os analistas financeiros consultados pelo Banco Central (BC) esperavam IGP-M de 0,45% neste mês. No ano, o indicador teve expansão de 4,79%. Em 12 meses, o incremento foi de 4,18%.

Com peso de 60% no indicador geral, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) subiu 1,49% neste levantamento, após marcar 0,72% em abril. Os preços dos produtos agropecuários foram de 1,57% para 0,46% de alta entre o mês passado e o corrente. Já os preços dos produtos industriais saíram de 0,45% para 1,82% de aumento.

Dos três estágios do IPA, os Bens Finais terminaram maio com queda, de 0,42%. As Matérias-Primas Brutas, no entanto, apresentaram forte elevação, de 5,83%. Os Bens Intermediários avançaram 0,58%.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que responde por 30% do IGP-M, verificou ampliação de 0,49% neste levantamento, uma moderação no ritmo perante o resultado de abril (0,73%). O grupo Alimentação, que tinha subido 2,06% no mês passado, marcou agora 0,56%, refletindo a queda nos preços de hortaliças e legumes e em adoçantes e um aumento menos expressivo em laticínios.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que entra com 10% no indicador geral, apresentou, em maio, elevação de 0,93%, inferior à leitura do mês anterior, de 1,17%. Materiais, equipamentos e serviços tiveram incremento de 0,48% e Mão de obra, de 1,41%.

O IGP-M é calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.

(Juliana Cardoso | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host