UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

31/05/2010 - 18h09

Governo autoriza Furnas a operar transmissão em plena capacidade

BRASÍLIA - O ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, afirmou hoje que as linhas de transmissão de Furnas, que apresentaram problemas em novembro de 2009, provocando um apagão em 18 Estados, poderão voltar a operar com plena capacidade, de 6 mil megawatts (MW). Desde o incidente, as linhas vinham operando com capacidade reduzida pela metade, de 3 mil MW.

A decisão foi adotada durante a reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), realizada nesta tarde. A retomada da capacidade total foi possível depois que Furnas adotou uma série de medidas de segurança na rede básica, em especial, na subestação de Itaberá (SP).

Os reforços na segurança da linha de transmissão ocorreram a partir da instalação de um novo protetor para os isoladores de tensão - chamado de chapéu chinês -, que evita curto-circuitos provocados pelo excesso de chuvas.

Outra medida adotada pela companhia foi a instalação de um novo sistema de para-raios, que protegem a subestação contra a ação das descargas atmosféricas.

"Com estas ações, voltamos a um nível de segurança que protege contra a ocorrência de apagões como aquele", afirmou o ministro. Zimmermann destacou que as medidas de segurança não precisaram ser adotadas nas subestações de Tijuco Preto, Ivaiporã e Foz do Iguaçu (PR).

As análises discutidas durante a reunião do CMSE constam do relatório final do grupo de trabalho criado pelo ministério dias após a ocorrência do blecaute.

(Rafael Bitencourt | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host