UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/06/2010 - 08h18

Dados da China afetam bolsas asiáticas; Hong Kong recua mais de 1%

SÃO PAULO - O menor ritmo de crescimento da atividade manufatureira chinesa afetou o movimento nos mercados asiáticos nesta sessão, fazendo com que os principais índices das bolsas na Ásia terminassem em queda.

O índice Hang Seng, de Hong Kong, foi o que mais sofreu, caindo 1,36%, para 19.496,95 pontos. Em Tóquio, o Nikkei 225 recuou 0,58% para 9.711,83, enquanto, em Xangai, o Shanghai Composite teve desvalorização de 0,92%, somando 2.568,28 pontos. Em Seul, o Kospi declinou 0,66%, situando-se em 1.630,40 pontos.

O Índice Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) para o setor manufatureiro na China ficou em 53,9 em maio, 1,8 ponto percentual abaixo do mês anterior, segundo informações da Federação Chinesa de Logística e Compras. Vale notar que a marca de 50 separa o crescimento da contração da atividade.

O resultado do mês passado elevou as dúvidas dos investidores quanto à recuperação da economia mundial, uma vez que permanece ainda a inquietação quanto ao futuro da economia europeia.

(Francine De Lorenzo | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host