UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/06/2010 - 17h52

Investidor volta do feriado com maior aversão a risco e petróleo cai

SÃO PAULO - Os preços internacionais do petróleo fecharam em baixa nesta sessão de terça-feira, com os investidores retornando do feriado em clima de cautela.

Em Nova York, o WTI para julho recuou US$ 1,39, para US$ 72,58, enquanto o vencimento de agosto perdeu US$ 1,26, para US$ 73,90. Em Londres, o Brent de julho teve baixa de US$ 1,94, para US$ 72,71, e o contrato de agosto fechou a US$ 73,55, com recuo de US$ 1,85.

A aversão ao risco, que faz com que os investidores migrem dos ativos de maior risco para os mais estáveis, aliada à valorização do dólar frente ao euro, colaboraram para as perdas do petróleo nesta sessão. O pessimismo também foi estimulado pelos dados sobre o setor manufatureiro da China. Segundo a Federação de Logística e Compra do país, o Índice de Gerentes de Compra (PMI, na sigla em inglês) para o setor ficou em 53,9 em maio, ou 1,8 ponto inferior à marca de um mês antes. A zona do euro também apresentou resultados desanimadores no setor manufatureiro. Segundo a empresa de pesquisas Markit Economics, o Índice dos Gerentes de Compra (PMI, na sigla em inglês) caiu em maio ao menor nível em três meses, chegando a 55,8 ante 57,6 em abril.

As dúvidas com relação à recuperação da economia global não foram superadas pelas evidências positivas nos dados macroeconômicos dos EUA.

A atividade no setor de construção nos Estados Unidos em abril foi a maior em quase uma década. Os ganhos inesperados podem indicar que um dos setores mais atingidos pela crise está começando a se recuperar. Além disso, o setor manufatureiro americano continuou apresentando expansão no mês passado, mas a um ritmo mais contido do que em abril.

(Vanessa Dezem | Valor, agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host